Queiroga considera ‘drástico’ demitir funcionário que nega vacinação