‘O pior dessa lesão já passou’, diz o otimista Roger Federer de olho em 2022