Estudos indicam que coronavírus é capaz de provocar infecção letal no cérebro