Da arte contemporânea ao metaverso, a viagem de Takashi Murakami