Crise intestinal pode acompanhar Bolsonaro por toda a vida, dizem médicos