Com Filipinho, Italo ou Medina, Brasil garante mais um título mundial de surfe